10. O Que Causa Um Transtorno Alimentar?

O desenvolvimento emocional implica alterações. 2.6 Desenvolvimento psicossocial 2.6.1 Identidade vs. O desenvolvimento emocional se maneira desde o nascimento e são considerados os primeiros anos de vida como a fase crítica pela futura formação de vínculos do infante. A adolescência é uma fase entre a infância e a vida adulta; nesse significado, caracteriza-se pela maior intensidade do que há em emoções negativas e incerteza do estado de espírito no momento.

A auto-estima é uma percepção subjetiva que combina a imagem maravilhoso com a imagem real de um sujeito. É influenciado pelo autoconcepto, por isso, este poderá possuir uma carga positiva ou negativa, o que influencia a imagem positiva que temos de nós mesmos. Por isso, o autoconcepto que implica a auto-estima tem efeitos sobre a autoestima, isto é, a técnica de poder realizar atividades com sucesso e de ter controle sobre o ambiente.

As construções mencionados envolvem em tal grau a identidade, o primordial que se sente um através do outro e acima de tudo, em si mesmo, o grau de aceitação em perguntas psicológicas e físicas. Por outro lado, uma ausência de auto-estima misturado com fatores leva a atos contraproducentes. Uma falta de auto-estima poderá transportar a atos contraproducentes, como os casos de anorexia como a bulimia, o que acontece em consequência a distorções cognitivas que envolvem assimilação corporal negativa e uma inevitabilidade de cortar o peso. A anorexia se são capazes de olhar condutas destinadas a afirmar dietas rigorosas, como este deixar de comer.

a Sua gravidade reside no evento de que ambientes mais flexíveis conseguem propiciar um melhor desenvolvimento emocional, ao contrário de casos extremos, como ambientes familiares severos ou em excedente flexíveis (está associada com libertinagem). Pais que impõem um alto valor pra obediência; então, expressam um grande grau de declaração do poder.

Pais menos preocupados com a obediência em si, mais bem, se interessam pela aprendizagem de princípios básicos e determinar-se no lar uma obediência indutiva. Pais cumprem com os desejos de seus filhos e toleram ações contraproducentes. As relações românticas pela adolescência contribuem para o desenvolvimento de sua intimidade e identidade. Caracterizam-Se por superior intimidade e intensidade nessa fase, essencialmente, aos 16 anos, onde costumam cobrar mais importâncias que pais, amigos ou irmãos. Cabe ressaltar que as relações com os pais e os mesmos conseguem afetar a qualidade das relações românticas.

Identidade vs. Confusão de papéis. As mudanças tantos níveis o levam a interrogar; a pesquisa da identidade implica o confronto com os pais, fornece-se um complexo modo de identificação-diferenciação procurando perceber-se diferenciado, ele mesmo. Cabe ampliar que pela tentativa de quebrar a dependência se confundem, localizam que quebram afetos. A decadência de identidade se caracteriza por ter um conceito realista de si mesmos, somado ao auto-estima adequada, valores relativamente estáveis, o que é uma tarefa essencial do jovem.

deste modo, tem-se um claro conceito do eu e uma função valorizada pela população. Por outro lado, é respeitável mencionar que o tipo de fabricação e as relações com os pais ajudam a fortificar a tua identidade. O tópico do consumo de substâncias, os adolescentes, ainda que nem sequer todos consomem as substâncias, há uma amplo minoria que consome essas substâncias de forma constante.

  • Iniesta: “almejo Compartilhar esse prêmio com meus companheiros”
  • (1354a) Arte retórica (Ars rhetorica)
  • Marketing Relacional
  • 2 – Personalizar a comunicação
  • A forma em que o trabalho das Nações Unidas pode melhorar a existência das pessoas
  • 2 O dilema do prisioneiro
  • Jogos on-line
  • educação

nesse caso, o abuso de substâncias refere-se ao consumo excessivo de substâncias, drogas ou o álcool, que são capazes de atingir uma dependência da pessoa. Neste caso, afeta ao jovem em certos estilos: Reações anti-sociais, síndrome de défice de actividade, infecções ou perda das defesas, perigo de sobredosagem, o risco de escalada, o traço de recaída e efeitos tóxicos específicos. A depressão aumenta na adolescência, é classificado como um transtorno que influencia as pessoas, quando sentem-se “amargurados” ou “sozinhas”. Para eles, a depressão pode ser causada por fatores sociais, como comportamentos aprendidos no local que desencadeiam estas atitudes, ou por um acontecimento pela vida, o que circunstância que se depriman.

Por outro lado, o alcoolismo ou a alguma doença terminal também conseguem causar depressão nos jovens. Existem dois tipos de depressão: a depressão maior, que abrange um momento muito enorme de tempo e o transtorno depressivo persistente que se trata de um intervalo de 2 anos de duração. A idade adulta intermediária vai desde os 30/quarenta – 50/60 anos em torno de, e representa a pessoas que, normalmente, têm filhos, e seus pais neste momento estão em uma idade avançada. Erickson a chamada fase da queda de produtividade vs. Estas características referem-se ao encontro do equilíbrio e integração dos conflitos que tiveram antes.

Graças a isso, aumentam as responsabilidades e papéis detalhistas, dessa forma, esta fase pode ser ponderada estressante. Também, é considerada uma fase de auto-promoção e produtividade, pela quantidade em que se ascende profissionalmente e a pessoa está em planos de formar uma família ou já a tem. As pessoas costumam ver pro que viveram até o presente momento e o que lhes resta a viver, levando em conta esta fase como um período para pensar objetivos e aspirações e, assim sendo, aproveitar o tempo que lhe resta para viver.

admin

admin

Deixe um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou da nossa Revista

Mais de 200.000 acessos mensais aqui

Não deixe de voltar mais vezes para nos visitar e não esqueça de nos indicar.

Esperamos sua volta.

Rolar para cima