A Avó De Gatos De Pequim – Após Um Biombo Chinês

Embora com bastantes mais anos, menos curvas e unhas não tão afiadas, a avó Ding Laura poderia ser apontado como a mulher-gato de Pequim. Ladeada de ambos os lados por pequenas casas que se adivinham depois de algumas antigas janelas de madeira, um estreito pátio leva ao conclusão da habitação a partir de um caminho que está, literalmente, inundada de gatos. Mas a ocorrência saiu do controle inteiramente quando, no encerramento dos anos 90, apareceu na televisão contando a tua história. A partir deste instante, todo aquele que queria se livrar de um gato, em Pequim, neste momento sabia para onde se virar.

Uma casa, Tintim no estado do ouro negro, ficaria descontinuado ao haver em 1940, com a invasão alemã da Bélgica, e só retomaria inúmeros anos depois. A orelha quebrada foi publicada no Le Petit Vingtième, entre dezembro de 1935 e fevereiro de 1937. O álbum marca o começo da morte de Hergé pela américa latina, que depois teria de retomar como contexto de aventuras posteriores. O desencadeador da trama é o furto no Museu Etnográfico de um fetiche arumbaya (uma etnia nativa planejada por Hergé), em prol do qual Tintim desloca-se ao imaginário estado de São Theodoros.

  • 04:15ProgramaEspacios musicalesEmisión de videoclipes e peças musicais
  • 5 Quais são as raças de cães foram formadas pelo homem
  • Eu… sinto muito, mãe
  • Distribuir pontos
  • #325 – #três
  • Temperatura de dezoito a 37 °C
  • Feitiços de Atração (4º ano)[d 5]
  • Painho-de-das-Galápagos, de ano para ano, tétis

A ambientação foi inspirada em um combate, deste modo, de hoje: a Guerra do Chaco, entre 1932 e 1935, enfrentou a Bolívia e o Paraguai, o controle do Chaco Boreal. No A ilha negra, que começou a ser publicada em abril de 1937, a ação é transferida para a Escócia. Em uma data em que as tensões prebélicas devido ao expansionismo de Hitler eram mais do que evidentes, Hergé assinou uma história de espionagem em que o principal vilão era um alemão, o dr. Müller. Embora as primeiras edições do álbum continham muitos erros de ambientação, se resolveriam anos depois, quando se fez a edição pro mercado britânico, em 1965, em grande porção, graças à colaboração de Bob De Moor.

O álbum seguinte foi O cetro de Ottokar. Curiosamente, a fase de plenitude da série coincide com a ocupação alemã da Bélgica, no decorrer da Segunda Guerra Mundial. É nesta data que aparecem imensos dos protagonistas mais consideráveis da saga, incluindo o capitão Haddock (O caranguejo das pinças de ouro) e o professor Tornassol (em O tesouro de Rackham o Vermelho). Fechado Le Vingtième Siècle, por ordem dos ocupantes, Hergé aceitou favorecer no jornal Le Soir, sob equilíbrio pelos alemães. Esta foi uma das decisões mais controversas pela vida de Hergé, que teria de incorrer, não poucos problemas no futuro.

A tiragem do jornal Le Soir, de por volta de 250.000 exemplares (Assouline , 1997, p. 130), permitiu uma difusão ainda mais ampla de as aventuras de Tintim. Numa atmosfera apocalíptica, A estrela misteriosa, a próxima aventura de Tintim, coloca em cena a rivalidade entre americanos e europeus por localizar um misterioso meteoro. A estrela misteriosa foi o primeiro dos álbuns de Tintim editado em cor, em 1942. No ano seguinte reeditaron em cor alguns álbuns anteriores: A orelha quebrada, A ilha negra e O caranguejo das pinças de ouro. Nestas novas versões dos álbuns teve um significativo papel outro destaque autor de histórias em quadrinhos, Edgar P. Jacobs.

Bruxelas foi libertada pelos aliados em três de setembro de 1944, o que implicou a interrupção imediata da publicação de Le Soir e, por conseguinte, de As aventuras de Tintim. Para Hergé, acusado de colaboracionismo, iniciou-se um calvário pessoal, em razão de é impediu de prosseguir trabalhando, e teve que responder a tua atuação no decorrer da ocupação. Hergé recuperou seu personagem desde o primeiro número da revista.

Com várias pequenas alterações (se mesclou um encontro entre Tintim e Haddock), a ação Das sete bolas de cristal foi retomado onde havia descontinuado. Concluída a publicação nesse livro narrativo, Hergé decidiu retomar, 8 anos depois, a aventura que havia sido interrompida em 1940, graças a da invasão alemã, No estado do ouro negro.

Aparecem por este álbum na primeira vez, 2 personagens de importância: o emir Mohammed Ben Kalish Ezab e teu filho, o príncipe Abdallah. Em 1950, foram pensados os Estúdios Hergé. O álbum apareceu na primeira vez, dois dos secundários mais lembrados da série: Serafim Bronze, “tipo inconfundível do bruxellois feliz de si mesmo” (Sadoul, 1986, p. 109) e o malvado coronel Sponsz.

Com a intenção de documentar-se pra realização do álbum, Hergé empreendeu uma viagem à Suíça, por causa de cota da história se desenvolve bem como em Genebra. A próxima aventura foi Stock de coque, álbum em que Hergé volta ao universo árabe, que já havia visitado em comparação com os jogos anteriores da série (Os charutos do faraó, e No país do ouro negro). O álbum é uma denúncia da escravidão: Tintim deve, nesta ocasião, combater contra uma rede de traficantes de armas e de escravos, que influencia muçulmanos africanos em peregrinação A Meca.

admin

admin

Deixe um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou da nossa Revista

Mais de 200.000 acessos mensais aqui

Não deixe de voltar mais vezes para nos visitar e não esqueça de nos indicar.

Esperamos sua volta.

Rolar para cima