As Espécies Mais Utilizadas São Cães

O exercício de animais como ajudantes de terapias tradicionais remonta a 1792, pela Inglaterra, onde se tratou pessoas com doença mental. Mais tarde, em 1867, os animais de companhia concorrem para o tratamento de epilepsia em Bethel (Biefeld, Alemanha). Em 1944, a Cruz Vermelha Americana organiza, no Centro de Convalescentes da Força Aérea de Nova York, o primeiro programa terapêutico de reabilitação dos aviadores.

Basicamente consiste em treinar o animal pra que seja de socorro a quem deve, seja em clínicas de reabilitação, etc., As espécies mais utilizadas são cães, gatos, cavalos, aves, coelhos,vacas e golfinhos. Estes últimos são especialmente necessários para pessoas com Síndrome de Down, paralisia cerebral, autismo, entre outras doenças; ainda deste jeito, a know-how destes animais marítimos para curar ou aliviar a angústia de um cidadão com deficiências, é duvidosa. A inexistência de dados pra aprovar a tua eficiência das terapias é um fato que discordam vários pesquisadores e cientistas.

Por outro lado, não se deve esquecer que são selvagens e têm instinto essencial de sobrevivência, estão presos contra a seu desejo, e se lhes supre drogas pra não montar uma conduta própria e/ou agressiva. Portanto, utilizando esses métodos não garante o bem-estar do animal ou do paciente, em razão de pras terapias que o golfinho é afetado e poderá afetar o ser a possível maneira agreste do animal.

O animal poderá sofrer de depressão e aflição entre outras doenças por encontrar-se em um habitat natural que não lhe corresponde, trancado em uma piscina de poucos metros, acontecimento considerado por diversos uma violência animal. Isto bem como é vantajoso e competente destinado a pessoas com dificuldades de atenção e aprendizagem, especialmente em criancinhas. Geralmente, quando uma pessoa vê um animal costuma automaticamente baixar os níveis de selvajaria e fazer demonstrações de amor e abrigo.

O discursar com os animais e perceber a fidelidade que estes têm em ligação a si mesmo, é um motivador e inspirador para o convalescente. Empatia: a ligação com o animal colabora o caso de se botar na circunstância dos outros. Abordagem externa: os animais ajudam as pessoas que têm uma doença mental, que têm baixa auto-estima, depressão, etc, para alterar o tema de seu ambiente, fazendo com que pensem e falem a respeito os animais, ao invés de seus problemas. Relações: podem abrir um canal de comunicação emocionalmente seguro entre o terapeuta e o paciente. Aceitação: têm uma forma peculiar de aceitar as pessoas sem calificarlas. Não olham como parece ou que coisas diz.

  • Bielsa: “Tranquilo, você nunca poderá
  • Malvasia canela, Oxyura jamaicensis
  • 2 Comercialização de Mr. Potato
  • Wikipédia:Guerra de edições persistentes e outras táticas de edição disruptivas
  • 17 de setembro de 2007

Entretenimento: a presença de um animal da diversão às pessoas. Socialização: estudos têm demonstrado que as visitas que os animais executam as instituições, proporcionam uma maior socialização entre as pessoas do espaço. Se demonstram mais alegres, mais sociáveis com os outros, diminuem a tristeza e o estresse e melhora o humor.

Estímulo mental: ocorre já que aumenta a intercomunicação com novas pessoas, auxiliando a evocação de memórias. Em organizações com pacientes com depressão, a presença de um animal assistência a clarear a atmosfera, aumentando a distração, alegria e o jogo, que reduzem seus sentimentos de isolamento. Benefícios fisiológicos: diversas pessoas sentem-se relaxados quando os animais estão presentes e acontece uma perda da pressão sangüínea; podes existir também um endurecimento dos músculos e melhoria pela recuperação de doenças do coração.

Existem corporações com animais treinados para visitar os pacientes a hospitais, clínicas ou casas, todavia, uma pessoa saudável podes treinar seu próprio animal de estimação como mecanismo preventivo, ou bem, pra que esses realizem trabalho voluntário com outras pessoas. Pra esta finalidade, é preciso completar uma série de estágios, que lhe dará um certificado de aprovação pro animal de estimação.

Isso sem sombra de dúvida se dá a partir de uma seleção, pois nem ao menos todos os animais são aptos pra comprar estes aprendizados. O primeiro passo é o da obediência. Em primeiro ambiente, é indispensável que o animal aprenda a obedecer a seu treinador. Para essa finalidade, em tal grau o dono como o animal de estimação precisam olhar a aulas práticas, onde, insuficiente a pouco, vai adquirindo esta maestria. Um cão, gato, etc., precisa se comportar e obedecer pela voz e sons, apesar de todas as distrações e tentações que possam surgir ao seu redor.

admin

admin

Deixe um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou da nossa Revista

Mais de 200.000 acessos mensais aqui

Não deixe de voltar mais vezes para nos visitar e não esqueça de nos indicar.

Esperamos sua volta.

Rolar para cima