Coelho Anão, Um Animal De Estimação Silenciosa

Sim, por causa de apesar de não acharem isso a gente não só abandona cães e gatos; contudo também coelhos, hamsters, cobaias, chinchilas, ratazanas, gerbos e outros menores roedores. Então, a partir dessas páginas, nós lhes dizemos que é a hora de adquirir um animal de estimação o tamanho é o menos essencial, visto que o principal é fazê-lo convencido de que vamos tratar como você merece. Animais de estimação não são brinquedos, são seres vivos que sentem e sofrem, que comem e que têm uma série de necessidades e que aqueles que as possuem, dá-lhes alegria e uma fantástica companhia.

Antes de adquiri-lo, há que ter em conta que um coelho anão não podes ir toda a sua vivência aprisionado em uma gaiola muito grande e deslumbrante que a colocamos. A Associação Nacional de Cunicultura Familiar recomendam que “é necessário deixá-los sair no mínimo um pouco diariamente. De não ser dessa maneira, são capazes de vir a sofrer estresse e até, às vezes, conseguem se machucar batendo com as grades de tua gaiola”.

Desde A Toca comentam que esses simpáticos animais precisam de “um mínimo de quatro metros quadrados” . Contra o que as pessoas acreditam os coelhos anões costumam ser muito mais ativos do que os de raças grandes,daí que devem de espaço. Recomenda-Se colocar no fundo palha seca ou serragem (em lojas de animais de estimação e grandes superfícies podes encontrar), nunca areia que é utilizada para furões ou gatos. Outros itens que não precisam faltar é um nanico caixote em que o inquilino aprenda a fazer as tuas necessidades, um bebedouro, um comedouro para animais e uma tigela para colocar feno.

Embora pareça uma chaladura o coelho é um animal muito inteligente e aprende -nunca como um cão ou um gato – o a fazer suas necessidades em um determinado blog. É uma das espécies mais puras que existem (uma forma de detectar se esta doente é quando se observa um exemplar descuidado e sujo).

É evidente que um coelho não se poderá brigar como a outros animais de estimação, e menos pegarles por causa de o único que conseguiria é que se asustara. Uma maneira de explicar é impregnando um pedaço de papel com a sua urina e colocá-lo pela bandeja destinada a essa missão. Você vai se surpreender com a rapidez com que aprendem a fazê-lo em um recinto estabelecido da gaiola.

  • Mais de 80 anos
  • Deixe a solução secar antes de voltar a pôr os equipamentos nos lugares afetados
  • Berinjelas verdes
  • o E asas de canguru
  • 72 horas, por ser abusiva e falar sobre drogas
  • Terrier tibetano

Os coelhos anões têm um sistema digestivo fino, portanto há que ter muito cuidado com o tipo de alimentação. A obesidade é um dos males que afetam os animais, e há que supervisionar o que damos de consumir. Uma dieta equilibrada, que tenha como apoio a ração pra coelhos, que se encontra em lojas de animais e grandes superfícies e feno, combinado com um tanto de fruta ou de vegetal é o mais indicado. No caso das verduras e os frutos necessitam ser bem lavadas e secas, além disso não podes continuar muitas horas na gaiola porque fermenta e seria fatal pro delicado estômago desses animais.

Por outro lado, o feno é muito benéfico para o sistema digestivo e por conter fibras lhe previne de doenças, como as bolas de pêlo no estômago, diarreia e obesidade. Também socorro o claro avanço e manutenção dental. Por último, os coelhos são muito sensíveis ao calor e ao gelado, assim sendo não devemos nunca deixar a gaiola perante o sol ou em lugares com correntes de ar. Onde adquirir um coelho anão?

a Partir destas páginas, como no caso dos cães e gatos, a opção ideal é adotar. Recomendamos que associações como A Toca ou a Associação Nacional de Amigos do Coelho têm a escolha de ter o animal que buscam. A maioria deles foram abandonados à tua sorte em parques e jardins por pessoas sem escrúpulos (chegaram a se localizar fêmeas com sua ninhada) e buscam uma residência que os acolhe.

admin

admin

Deixe um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou da nossa Revista

Mais de 200.000 acessos mensais aqui

Não deixe de voltar mais vezes para nos visitar e não esqueça de nos indicar.

Esperamos sua volta.

Rolar para cima