De Launay Tinha Tomado Várias Precauções

A Bastilha (pronúncia em francês: /bastij/) era uma fortaleza que protegia o flanco oriental esquerdo da cidade de Paris, conhecida formalmente como a Bastilha de Saint-Antoine ou Construção de Saint-Antoine. Desempenhou um papel importante nos conflitos internos da França e na maior parte de sua história, foi usada como uma prisão estatal pelos reis de França.

Foi tomada por uma multidão de 14 de julho de 1789, ao longo da Revolução francesa, tornando-se um símbolo essencial do movimento republicano francês. Após um tempo foi demolida e substituída pela Place de la Bastille (Praça da Bastilha). A Bastilha foi montada para proteger o acesso leste da cidade de Paris, a ameaça inglesa na Guerra dos Cem Anos.

  1. você Começa a confiar que as coisas se recojen passando por cima delas
  2. Correias de couro
  3. um Tipos de inteligência canina1.1 Instintiva
  4. 2 Carne de porco
  5. treze de maio de 2009 | 1:59
  6. Dados do século XXI
  7. dois Português – Br
  8. Canário: Canary bird

O projeto muito bom foi interferência tal na França como pela Inglaterra e foi amplamente copiado. Luis XIV usou a Bastilha, uma prisão para os membros da classe alta francesa que se opunham a ele ou que o faziam aborrecer incluindo, após a revogação do Édito de Nantes, os protestantes franceses.

A partir de 1659, e em frente, a Bastilha funcionou principalmente como uma penitenciária estadual; 1789, 5279 prisioneiros haviam passado por suas portas. Sob o comando de Luis XV e XVI, a Bastilha foi usada pra detenção de prisioneiros de diversas origens, ademais, pra apoiar as operações da polícia parisiense, principlamente para colocar a censura do governo para a imprensa.

Embora os presos viviam em relativamente boas condições de vida, a crítica da Bastilha cresceu durante o século XVIII, exacerbado pelas autobiografias de antigos prisioneiros. Foram implementadas reformas e os números de prisioneiros foram reduzidos consideravelmente. Em 1789, a recessão financeira governamental e a criação da Assembleia Nacional deram lugar ao acréscimo de sentimentos republicanos entre os cidadãos.

No dia quatrorze de julho, a Bastilha foi tomada por uma multidão revolucionária, principalmente desenvolvida por moradores do Faubourg Saint-Antoine, que buscava apropriar-se da valiosa pólvora mantida dentro da fortaleza. Foram encontrados 7 prisioneiros restantes que foram lançados. Também, o governador da Bastilha, Bernard-René de Launay, que foi falecido pela multidão. A Bastilha foi demolida por ordem do Comité do Hôtel de Ville.

Memórias de fortaleza, foram transportados por volta de França e foram exibidos como ícones do despotismo derrubado. Quase nada se mantém da Bastilha, não obstante por alguns restos de tuas fundações de pedra que foram recolocados no Boulevard Henri IV. Alguns historiadores criticaram a Bastilha, no começo do século XIX, e acreditavam que a fortaleza foi uma associação relativamente bem gerenciada, no entanto muito envolvida no sistema francês de polícia e de controle político no decorrer do século XVIII. A Bastilha foi desenvolvida em resposta a uma ameaça à Paris ao longo da Guerra dos Cem Anos entre Inglaterra e França.

Antes da Bastilha, o castelo real principal em Paris era o Louvre, no oeste da capital, entretanto a cidade expandiu-se pra metade do século XIV e o lado este se via apresentado a um ataque inglês. Em 1357, Marcel expandiu as muralhas da cidade e protegeu a Porta Saint-Antoine, com duas altas torres de pedra e com uma vala de setenta e oito metros de largura. Uma entrada fortificada desse tipo era chamada de “bastille”, e era uma das duas desenvolvidas em Paris; a outra sendo montada fora da Porte Saint-Denis.

admin

admin

Deixe um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou da nossa Revista

Mais de 200.000 acessos mensais aqui

Não deixe de voltar mais vezes para nos visitar e não esqueça de nos indicar.

Esperamos sua volta.

Rolar para cima