Férias Seguras Para Seus Animais De Estimação

Chegadas essas datas, e no momento em que neste momento se começam a planejar as férias, juntamente com nossos animais de estimação, surge a vasto incerteza: mar ou montanha. Muito Se comenta sobre os cuidados quando se vai à praia, todavia não em tão alto grau em outros lugares. Esta semana vamos revelar com a colaboração de duas veterinárias: Diana Zamora Alanez e Virginia Garcia Puxado que fazem seu serviço no Centro Veterinário “Cheiro” de Bustarviejo, uma zona da Sierra Norte de Madrid.

Elas sabem super bem e de primeira mão, os casos que ao longo das próximas datas lhes chegam ao seu centro. O mais primordial é a prevenção para impedir males maiores. Sigam estas sugestões e terá umas boas férias em companhia de teu fiel comparsa, realizando passeios ou caminhadas pelos montes ou caminhos. Um dos grandes perigos é o calor e, mesmo que os animais em geral têm mais resistência do que os humanos às inclemências do tempo, nossos animais de estimação são capazes de ser mais sensíveis do que as pessoas com as altas temperaturas.

A esse respeito, um prazeroso conselho seria não deixar o animal de estimação, em nenhum caso, trancada dentro do veículo, nem ao menos mesmo com ar condicionado. Chegado esse tempo de calor, os animais, grandes e pequenos, cães, gatos, pequenos roedores) precisam de uma hidratação continua. Não necessitam de várias frescuras; simplesmente pondo e repondo a água fresca; no entanto nunca gelada. Para fazer caminhadas é conveniente que estas sejam as primeiras horas da manhã, quando está mais fresco. Não é nada recomendável que façam grandes passeios, nem sequer exercício depois de consumir. Nessas horas, é melhor um cochilo reparador.

  • Estrela cadente, do arrependimento crepusculino
  • 8116 posts sem formatação wiki[editar]
  • Recopa nuca rufa, Campylorhynchus rufinucha
  • Seca três

os passeios ou caminhadas, no caso dos cães, há que ter sempre o animal à visão, o mais correto é que a todo o momento levem o teu colar e a pulseira. Estes cuidados você necessita extremarlos se os cães são filhotes ou mais velhos, têm exagero de peso, sofrem de patologias cardíacas ou são as chamadas raças ‘agulha’, pelo motivo de elas respiram com maior contrariedade. 1. Prevenção contra a leishmania: a leishmania é uma doença transmitida por um mosquito do gênero Phlebotomo; estamos numa área endêmica de leishmania e a cautela contra a doença é fundamental.

A forma de prevenir é por intermédio de colares e/ou pipetas eficazes contra a leishmaniose. 3. Prevenção contra pulgas e carrapatos: pela sierra norte de Madrid convivem nossos animais de estimação, juntamente com os cavalos, gatos, vacas, ovelhas, cabras e outros animais selvagens da região. A presença de pulgas e carrapatos é convencional agora quase todo o ano, dessa forma a cautela é fundamental. Ademais, tanto como pulgas carrapatos são capazes de transmitir doenças que podem ser fatais, tanto pros cães como para gatos. A maneira de preveni-las é por meio de colares, pipetas e/ou comprimidos apropriados para a sua precaução.

4. Prevenção pra parasitas internos: é comum o contágio de nossos animais de estimação de parasitas internos, o que necessitamos fazer uma desparasitação interna mais contínuo do que a que se faz na cidade. 5. Evitar as áreas em que possamos descobrir répteis: pela zona norte de Madri, há víboras.

Se, por um acaso o nosso animal de estimação tiver contato com alguma víbora necessita buscar urgentemente um médico veterinário. 6: Se você vai alojase com teu cão em uma residência com piscina, pôr na água e ensiná-lo a sair da piscina, seja na escada de metal ou na escada que tenha a piscina interna.

admin

admin

Deixe um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou da nossa Revista

Mais de 200.000 acessos mensais aqui

Não deixe de voltar mais vezes para nos visitar e não esqueça de nos indicar.

Esperamos sua volta.

Rolar para cima