Metabolismo Dos ácidos Graxos

Os ácidos graxos são uma família de moléculas classificadas dentro do grupo dos macronutrientes de lipídios. Um dos papéis que desempenham os ácidos graxos no metabolismo animal é a realização de energia, capturada na maneira de adenosina trifosfato (ATP). 2 e água na β-oxidação, o tempo do ácido cítrico.

Nesse fundamento, os ácidos graxos (principalmente na condição de triglicerídeos) são a maneira mais eficiente de armazenamento de combustível em animais, e, em pequeno proporção, nas plantas. Lipólise, a remoção das cadeias de ácidos graxos e do glicerol no qual se encontram unidas na sua forma de armazenamento, como triglicerídeos (gorduras), é levada a cabo por lipases. 1. Uma vez libertos do glicerol, o ácidos graxos livres entram no sangue, que as transporta unidos à albumina plasmática a começar por todo o corpo humano.

1. O acilo-CoA é transferido pro grupo hidoxilo da l-carnitina por meio da enzima carnitina das células musculares e, I, localizada pela caras citosólicas da membrana mitocondrial externa da membrana mitocondrial interna. 2. O aduto acilo-carnitina é lançado pro interior através da carnitina-acilcarnitina translocasa, enquanto que a carnitina é lançada pro exterior.

3. A acilo-carnitina é convertida outra vez em acílico-CoA pela enzima carnitina das células musculares e II, localizada na face interna da membrana mitocondrial interna. A carnitina liberada é outra vez lançada pro citoplasma, sempre que que uma nova molécula de acilo-CoA é lançada pra matriz mitocondrial. 2O, com a liberação de uma quantidade substancial de energia capturada na condição de ATP, durante cada volta do tempo.

  1. Vegetais com humus home (grão-de-bico, limão, pasta de gergelim e alho)
  2. Jordi 13:31 quatrorze set, 2004 (CEST)
  3. Fotocuento: Contos ilustrados com as bonecas Barbie
  4. Como perder gordura comendo
  5. Uma vara de aipo cortado em cubos

O acetil-CoA produzido pela β-oxidação entra no estágio do ácido cítrico na mitocôndria ao combinar-se com oxaloacetato pra formar citrato. 2 e água como produtos. A energia liberada por esse processo acaba sendo capturada na forma de 1 molécula de GTP e 11 moléculas de ATP por cada molécula de acetil-CoA oxidada. Este é o destino do acetil-CoA onde quer que a β-oxidação dos ácidos graxos ocorre, porém ante certas ocorrências no fígado. No fígado o oxaloacetato poderá ser parcialmente ou completamente desviado pra via da gliconeogênese no decorrer do jejum duradouro, emaciación, uma dieta baixa em carboidratos, exercício extenuante duradouro, e na diabetes mellitus tipo um descontrolada.

Sob estas ocorrências, o oxaloacetato é hidrogena para formar malato o que sai da mitocôndria pra ser convertido em glicose no citoplasma das células do fígado, de onde é liberado pro sangue. O acetoacetato, o beta-hidroxibutirato e seu objeto de degradação espontânea, a acetona, são geralmente conhecidos (embora um pouco equivocadamente) como corpos cetónicos (em razão de não são “corpos” para nada, porém substâncias químicas solúveis em água).

Os corpos cetónicos são liberados pelo fígado para o sangue. O glicerol liberado pela ação da lipase é fosforilado por uma glicerol quinase no fígado (o único tecido onde podes desenrolar-se esta reação) e o glicerol 3-fosfato resultante é oxidado a dihidroxiacetona fosfato. A enzima glicolítica triosa fosfato isomerase torna esse composto em gliceraldeído 3-fosfato, o qual é oxidado por avenida da glicólise, ou pode ser convertido em glicose rodovia gliconeogênese. Os ácidos graxos armazenados em maneira de triacilgliceroles em um corpo, são uma sério referência de energia, por causa que se encontra em estado em tal grau reduzido, como anidro.

A energia que se obtém de um grama de ácidos graxos é de por volta de 9 kcal (37 kJ), quando comparada com as quatro kcal (17 kJ) por grama de carboidrato. Em consequência a que a porção hidrocarbonada dos ácidos graxos é hidrofóbica, essas moléculas conseguem ser armazenadas em um local relativamente anidro (sem água). Os carboidratos, por outro lado, ficam muito mais hidratados.

admin

admin

Deixe um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou da nossa Revista

Mais de 200.000 acessos mensais aqui

Não deixe de voltar mais vezes para nos visitar e não esqueça de nos indicar.

Esperamos sua volta.

Rolar para cima