“O Negócio De Namoro Está Ainda Por Explorar Em Portugal”

Vitória é uma jovem jornalista que contrata os serviços de uma consultora de relacionamentos sob uma identidade falsa. Investigará e compartilha com seus leitores as algumas escolhas que dá o mercado para achar a sua metade da laranja. Este o pretexto com que Emma Reverter centra a tua novela Namoro em Manhattan, para dar uma detalhada análise sobre o mundo das cotações em Nova York. Camuflada numa novela ácida e divertida, a jornalista e jurista de Barcelona, especializada em política internacional, constrói um relato que desgrana um dos negócios mais rentáveis da nação americana, em busca do par maravilhoso.

O universo das relações, que está alienado. Há Cada vez mais solteiros, somos mais exigentes com os outros, procuramos o casal ótimo. Como chegamos até nesse lugar? Porque nós fazemos mais complicado. Talvez minha avó no momento em que ela conheceu meu avô, não imagino se a expor que não tinha tantas expectativas, porém assumia o conteúdo, de forma bem mais realista.

  • Piquigrueso azul, Passerina caerulea
  • Andar de modo hesitante
  • Serpente Marinha Hydropis
  • Requer de teu tempo
  • 2 Outros dubladores

Quando antes se conhecia alguém se assumia veloz que essa era a pessoa e potenciava essa conexão. Talvez nós buscamos sempre mais além, no trabalho ou ao longo da corrida. Temos mais expectativas, contudo eu acho que o mundo dos sentimentos e o casal a todo o momento terá sido mais ou menos igual.

Em Nova York, que é o caso mais famoso, o Dos sociólogos dessa cidade falam da síndrome “há diversos peixes no mar”. Ou seja que as pessoas que estão com o parceiro lhes custa muito assumir um acordo sério, por causa de têm a comoção de que há outra pessoa “no mar”, que poderia ser mais perfeita pra eles. Têm pânico do tratado. Sim, é claro. Realmente, existem duas maneiras de enxergar para este livro.

O livro anterior que eu fiz foi um ensaio a respeito da ocorrência em Guantánamo. Te digo isso por causa de no começo eu assim como plateé fazer um livro ensaio sobre o negócio de compromissos nos EUA, que, como jornalista quem sabe eu tivesse efeito mais prático. Mas no conclusão decidi vesti-lo e ceder-lhe um toque de romance a partir de uma jornalista que vai explicar em primeira pessoa, tudo o que há por trás desse negócio. Nem muito menos…vamos lá cinco anos atrás, porém lá é um negócio que movimenta centenas de milhões de dólares.

É uma indústria tão solvente como o podes ser a indústria automobilística ou da alimentação. O mercado das namoro está inteiramente por explorar em Portugal. Não temos a figura do assessor de namoro, como por exemplo. Por que tem essa impressão? Porque necessita de de um comprador muito sofisticado. Assinatura de um contrato e o assessor cobra cerca de 17.000 euros por ano.

Nos Estados unidos, as pessoas são mais sofisticadas e estão bem mais acostumados a terceirizar sua vida. Não apenas a tua existência profissional, no entanto sua existência pessoal. Lá o mundo inteiro tem treinadores emocionais, treinadores físicos, psiquiatras…E o fazem com muita naturalidade. Sim, agora está fazendo, mas vamos cinco anos abaixo, estamos no mesmo instante em que eles estavam há um tempo. Como e em que nível eles estão sem demora? Se deram conta que, com as páginas gerais de namoro não era suficiente e construíram blogs bem mais específicas, como a idade, a circunstância econômica, ou a religião que nos Estados unidos é um fator muito significativo.

Há páginas de contatos apenas para vegetarianos ou pra ruivas! O que é mais moderno que há, de imediato, mesmo nos Estados unidos no negócio de namoro? A mim o que mais me surpreende é que as coisas mais inovadoras de lá, não deixam de ser uma reprodução de coisas que foram feitas há muito tempo pela Ásia e em outros blogs.

Tais como, a figura do assistente de namoro, a todo o momento existiu em um sistema como o índio, ou a figura do portador pela comunidade mexicana, ou a do yenta na população judaica. Em Nova York é feito de uma maneira mais sofisticada, contudo não deixa de ser o mesmo.

admin

admin

Deixe um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou da nossa Revista

Mais de 200.000 acessos mensais aqui

Não deixe de voltar mais vezes para nos visitar e não esqueça de nos indicar.

Esperamos sua volta.

Rolar para cima