O Urbanismo Social De Pelli, Mercasevilla E Os Cogumelos

Há oito anos, no momento em que o PSOE ganhou pela última vez em eleições municipais e Alfredo Sánchez Monteseirín se dispunha a formar governo com a Esquerda Unida, os colaboradores do presidente da câmara comemoraram a vitória no grito Tinha terminado o mandato de coalizão com os andalucistas, que assumiram a gestão urbanística graças ao pacto, que destituiu do governo da lista mais votada em 1999, a Solidão Becerril.

apesar de ser minoria, o PA exigiu Urbanismo, próximo ao Metro, como condição pra que Monteseirín fora prefeito. A primeira proporção política adotada pelo novo governo de progresso” parecia dirigir-se nessa linha, apesar de tuas conseqüências foram fatais, pontualmente, para um serviço público como o de Tussam. Logo foi desvirtuada claramente o assunto social da gestão urbanística do Governo de progresso. Hoje, aqueles chabolistas seguem habitando pela Zona Sul, sem que isso tenha deixado de ser um questão de conflitos no bairro.

Outra das obras prometidas no recinto da área marginal do bairro, como é o Parque Guadaíra, continua à espera de tua construção, apesar de ter sido licitadas as obras no anterior mandato. A Torre Pelli, como tal, nem ao menos foi incluído no PGOU, cuja aprovação definitiva era a principal incumbência do primeiro governo PSOE-IU. Isso assim como não foi impedem que desde os primeiros meses de 2003, Urbanismo, por intervenção de seu gerente, assinar uma imensa quantidade de convênios com proprietários de solo por conta das mais-valias geradas pelo plano.

Rei foi o terceiro dos titulares da delegação ao longo dos 2 últimos mandatos. Seu antecessor, edenilson gomes de estes conseguem envolver estilos paisagísticos, atual diretor-geral da Habitação, da Junta de Andaluzia, deixou a Prefeitura para atravessar para a Diretoria, depois de ter esgotado as suas opções acontecer a Monteseirín como candidato socialista.

  • é Afetado pelo fechamento de uma corporação? O que acontece com o seu dinheiro
  • Comércio Electrónico
  • Você poderá monetizar
  • Modelo Ecológico de Desempenho Ocupacional
  • um Natureza da rede
  • Assim vivemos em directo a sétima época
  • 2 História 2.Um Antiguidade (Grécia, Pérsia e o Império Romano)

Assim aconteceu com os terrenos de Mercasevilla, cuja venda investiga o juiz Mercedes Alaya, caso em que são réus o ex-gerente de Urbanismo, Manuel Goiânia, e o vice-prefeito e candidato da IU, Antonio Rodrigo Torrijos. A fórmula proposta neste último pra venda mediante concurso e não hasta pública tem pro juiz promessa de ilegalidade.

Mas aqueles tempos eram os da euforia do tijolo, em seguida, tão aclamadas politicamente. Nesse assunto, a câmara Municipal acolhe a imagem de Fibes, um dos projetos em que a pretensão era mais do que justificada pra que estivesse à altura da cidade. Monteseirín propôs-se que fosse uma obra ímpar, cujo projeto foi entregue ao arquiteto Vázquez Consuegra. A pretensão do presidente da câmara, não se correspondeu com a atenção prestada por novas instâncias, principlamente o Governo de Rodríguez Zapatero —sim, subsidiou a obras do palácio de congressos de Leão—.

Assim as coisas, a organização municipal de moradia, Emvisesa, teve que assumir a maioria do gasto da obra, a ponto de terminar. Não só Fibes sido modificado a que tem que ser a atividade social de preferência de Emvisesa, cuja gestão positiva em relação à habitação pública —o Governo fala de 7.000 casas construídas— se foi esfriando, ao tempo em que o mercado imobiliário estava caindo.

O suporte financeiro estatal, ausente no Fibes, sim permitiu acções singulares, como as obras do Charco da Ponte e São Jerônimo da Confederação Hidrográfica, que não lhes deu tempo pra inaugurar. Mais polêmicas foram outras acções no Centro Histórico. Mas se existe um projeto paradigmático desta gestão, é a Gavidia. Com tudo, não estranha que, neste final de mandato, o debate de Tablada continue sendo recorrente 8 anos depois daquela campanha de 2003, com aproximadamente os mesmos protagosnistas.

admin

admin

Deixe um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou da nossa Revista

Mais de 200.000 acessos mensais aqui

Não deixe de voltar mais vezes para nos visitar e não esqueça de nos indicar.

Esperamos sua volta.

Rolar para cima