Os Editores Espanhóis Se Unem Para Lançar Uma Rede De Publicidade Contextual

Objetivo: ser uma escolha ao poder do Google adwords. No intuito de descobrir novos modelos publitarios e ultrapassar uma incerteza econômica delicada, os meios digitais espanhóis decidiram unificar esforços pra criar uma rede de publicidade contextual “premium”, baseada na experiência do usuário e conceitos semânticos. O grupo Vocento é impulsor da iniciativa conjunta que irá dar aos anunciantes uma publicidade bem mais dirigida ao “target” específico.

“É um marco que pomos em marcha após Quiosque e Mais pra competir em um mercado com tantos jogadores”, explicou Moreno. O diretor-adjunto de “O país”, Gumersindo Lafuente, alegou que esta iniciativa é “ótima”, ainda que tenha considerdo que chega tarde. Por sua porção, Germán Frassa, diretor de projetos pela web de Unidade Editorial, adicionou que “é tempo de remangarse e trabalhar” e garantiu que confia que esta rede de publicidade permita “posicionar ainda melhor propaganda”.

no entanto, indicou que os rendimentos que conseguem optar dos meios de intercomunicação pela web “são novos e ninguém está isento de sair e lutar por eles”. Nesse significado, o diretor de conteúdos da Antena 3, Francisco Serra, foi apelidado de “sensacional” esta proposta, a despeito de tenha lamentado que a contextualização de publicidade nos conteúdos audiovisuais está ainda pouco avançada.

Dito de um modo mais preciso: A constatação do Twitter como uma ferramenta de criação de notícias. Temos vindo a ver ao longo de toda a última semana: Titulares e corpos de notícia compostos quase que completamente por twitters entrecomillados. Podemos debater se é regular ceder a um tweetar valor de declaração firme, no momento em que falamos de um modelo que se nutre principalmente da instantaneidade. Podemos nos perguntar: Diante de uma inexistência de códigos de conduta Que responsabilidade é mais urgente definir, do twittero ou da imprensa? O Impido que meu twitter possam brotar notícias como se fossem tomates? O impedirmos que a imprensa possa plantar tomates em meu twitter a teu livre arbítrio?

  • E como tem êxito Glovo
  • Corrida Curta: Marketing e gestão de Empresas
  • 18:Trinta e dois 5 out 2015 (UTC)
  • Riscos compartilhados

A segunda: É o foco que flutua no lugar desde o primeiro censura sexta-feira à noite até a assustadora chamada de Mundo: Não sou só um cineasta twittero. Sou, além do mais, o autor de uma campanha publicitária de tv do País. Não há indispensabilidade de explicar a multiplicação das promessas de escândalo que se abrem diante dos olhos de cada jornalista.

Pois neste momento havia terminado, no domingo passado. Assim, expliquei. E a partir daí, o conteúdo parecia ter perdido seriedade. Meu polêmica, tantas vezes morto e ressuscitado, perdia todo o atrativo se não aparecia um castigo claro e contundente para a minha pessoa de uma maldita de uma vez. Neste mesmo momento, na noite de segunda-feira, a polêmica voltou a morrer, novamente.

Em cada caso, uma pessoa estará no seu pleno direito de imaginar que, no começo de tudo era a minha provocação esquerda, tão com facilidade evitável. Que, no encerramento das contas, eu deveria ser mais cauteloso na hora de praticar um humor tão negro, mais, diante de tantos olhos estranhos, e mais jornais anunciando na tv.

Na verdade, não me custa solicitar perdão por prender parelho mecha. E solicitar perdão pelo incômodo fim-de-semana que alguns viveram pela redação do jornal a raiz de tudo isto. E, é claro, está o perdão a todos os que tenha sido ofender com minhas frases e minhas piadas.

O dinheiro virá. Por sem demora, só siga a sua paixão. Tenha em conta que um blog não é obrigatoriamente só a respeito de posts. Você podes ser o tipo de pessoa que não goste de publicar. Talvez você precise ter um website de filme, escrever atualizações de filmes de tuas aventuras, hobbies ou brincadeiras. Olha, você podes se divertir com isso. Como prova, só dê uma olhada no YouTuber mais popular no mundo – PewDiePie. Qual é o teu tópico propósito?

Diversas vezes, PewDiePie está simplesmente andando com teu instrumento de Realidade Virtual. Muitas vezes, você está comendo bacon errôneo. Várias vezes, você diz que não vestir numa entrevista. PewDiePie é um modelo de um tipo que escolheu uma pluralidade de temas — coisas que gostava — e o compartilhou com o universo. Neste ponto, você tem que ter um tema consecutivo para digitar.

admin

admin

Deixe um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou da nossa Revista

Mais de 200.000 acessos mensais aqui

Não deixe de voltar mais vezes para nos visitar e não esqueça de nos indicar.

Esperamos sua volta.

Rolar para cima