Pegar Turistas Nas Mídias sociais

São todos os que estão, no entanto não são todos que são. Não obstante, é só uma pergunta de tempo. A indústria turística espanhola não podia dar no pé da fascinação que estão exercendo as mídias sociais em todas as áreas de atividade. A maioria das cadeias de hotéis (as mais activas), os operadores turísticos, assim como este as comunidades autónomas iniciaram a corrida pra tomar posições nestes novos canais de intercomunicação. Agora os desafios são, por um lado, em normalizar a venda de pacotes turísticos nas próprias mídias sociais, que de instante se circunscreve somente a uns poucos. Meliá Hotels International é uma das cadeias hoteleiras mais preocupadas com a reputação online.

a tal ponto que a partir desse ano, a toda a hora ligado a uma parcela da remuneração modificável dos salários dos diretores de seus hotéis aos comentários positivos nas redes sociais. Uma iniciativa que reflete a crença de que esta cadeia nesses novos canais de intercomunicação, observa Cristina Mulet, responsável pelas mídias sociais do Meliá. NH Hoteles é outra das correntes que se contou mais ativa nas redes sociais.

Desde que, em 2006, implantada seu primeiro blog, teceu toda uma estratégia de mídias sociais pôr em marcha, em 2010, e que neste momento permite, a partir nesse mês, fazer reservas em hotéis por intermédio do Facebook. Para José Mínguez, diretor geral de Muchoviaje, a presença do negócio turístico nas redes sociais também é fundamental. E é que “no momento em que um usuário vai à internet, somente a pesquisa em 3 ou 4 portais, e em vista disso é tão respeitável lançar o embate da marca no Facebook”, explica Mínguez.

Não é à toa que esta entidade “foi uma das primeiras do produto em entrar nas redes”. Com 32.000 fãs ativos diários no Facebook, mais de 3.500 seguidores no Twitter e 32.000 visitas no site Muchoviaje, esta entidade conta com 3 pessoas apenas para responder o tráfego de Facebook, onde se gera o grosso da atividade.

Efetivamente, conforme explica Mínguez, os perfis nas redes estão se transformando em receptores de a maioria das reclamações, que deixaram de ser informados no call center. Muchoviaje, que conta até já com uma aplicação, ChollosFacebook, que recolhe todas as tuas ofertas, ainda não foi incorporado um programa pra reservar diretamente no Facebook. De instante, um link leva o usuário ao portal da empresa. Facebook, Twitter ou Linkedin são as redes que fazem enorme fração da atividade de AC Hotels por este capítulo.

  • modelo educativo que vem caracterizar uma geração insuficiente tolerante à frustração
  • Adquira conhecimentos de pessoas mais experientes
  • Dê o valor da diversidade
  • 2 a começar por 1968
  • As aulas são de 45 minutos, e existem 15 de descanso

No Facebook, a primeira rede a que chegou, em 2009, de instante, a entidade não conta com um motor de reservas, entretanto sim com uma guia que direciona ao portal de reservas. Esta página tem por volta de 10.000 usuários ativos por mês. Por sua quota, a Vueling neste momento conta com um site de buscas e um motor de reservas, e a cadeia de hotéis Husa, presente no Facebook e no Twitter, está estudando a expectativa de incorporá-lo. A constância na atualização periódica e com valor de perfis é, a juízo de Javier Velilla, um dos handicaps mais primordiais com as quais as empresas que estão presentes nas mídias sociais.

segundo a Velilla, diversas marcas falham por este domínio por causa de não são capazes de atualizar os conteúdos (atualizações de status, imagens, postagem, eventos, videos, discussões, artigos, etc.). Combater esse ponto negativo permite gerar uma maior visibilidade e preferência dos usuários. Não em irão, em algumas das empresas que entraram nas redes construíram áreas de actividade específicas para a gestão da estratégia em redes, como no Meliá Hotels International. E é que, apesar de gerar os perfis nas redes é de graça, face a outro tipo de campanhas de marketing, pra gerir a sua presença exige pessoal especializado e tempo, declara Lisboa.

admin

admin

Deixe um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou da nossa Revista

Mais de 200.000 acessos mensais aqui

Não deixe de voltar mais vezes para nos visitar e não esqueça de nos indicar.

Esperamos sua volta.

Rolar para cima