Sete Estranhas Espécies De Gato Que Não Sabia Que Existiam

As imagens e vídeos de gatos são um clássico da rede. O característico feitio destes animais torna favoritos dos internautas, que algumas vezes se divertir descrevendo as imagens mais engraçadas de seus animais de estimação. Os protagonistas mais frequentes costumam ser os chamados “gatos comuns europeus”, todavia no mundo há diversas outras raças felinas, várias delas desconhecidas pro enorme público da Internet.

Hoje desejamos discutir de sete das mais surpreendentes, que descobrimos observando o blog Bored Panda. Sobre estas linhas, você pode observar o gato-de-pallas ou “Gato-de-Pallas”, uma espécie que habita as estepes asiáticas. Sua abundante pelagem lhe serve, propriamente, pra se cuidar das baixas temperaturas dos seus locais usuais de residência. Seu corpo mede entre 45 e 65 centímetros (sem mencionar a cauda, que acrescenta outros 20 ou 30 centímetros) e os exemplares de maior tamanho conseguem atingir até 4,cinco kg de peso. São animais solitários e costumam mover-se no decorrer da noite para caçar pequenos animais.

Este gato de orelhas longas e de cor marrom-avermelhada é um Caracal ou “Águia do deserto”, que encontramos em certas regiões da África, Ásia e Índia. Seu nome vem do idioma turco, de uma frase que significa “orelha negra”. É muito maior do que o gato-de-pallas e, algumas vezes, a respeito de os vinte quilos de peso.

  • Peito maciço, largo, enorme, profundo, costelas arqueadas e dorso musculoso e curto
  • um Cor branca
  • Winifred Swanson e Mãe – (Belinda Balaski)
  • Colocar uma loja de roupas
  • você Sempre sempre a todo o momento…! Ó santo de Deus, é cada um por si(plas plas plas)

Em o que se parece é no teu comportamento: você bem como prefere destinar-se à caça durante a noite e fazê-lo pela solidão ou em casal. Antigamente, os caracales eram treinados no Irã e na Índia pra caçar pombos em brigas esportivas. Aqui nós temos o “Gato das areias” ou “Gato do deserto”, deixe-me dizer, o mais igual com o gato comum de todos nós conhecemos até neste momento.

Tal como o seu nome aponta, vive em áreas desérticas, tanto na Ásia como na África, suportando sem dificuldades, temperaturas altas e baixas. Um exemplar saudável podes vir a viver mais de 13 anos, todavia os efeitos da alteração climática em seu habitat lhe tornaram uma espécie seriamente pressionada. Apresentamos-lhe um parente próximo do puma: o Yaguarundí, habitante de determinadas regiões da América Central e américa do Sul.

Em alguns países chamam bem como “gato colorado” por tua pelagem, de uma cor pardo inconfundível, quase uniforme em todo o corpo humano. Prefere encaminhar-se à caça de dia, e o faz ao nível do chão, pegando menores répteis, coelhos ou presas aproximados; ou trepando em árvores pra tocar pássaros.

Este é o Serval, um estranho gato que vive na África Subsaariana. Como quem sabe tenha advertido segundo a semelhança física, é familiar próximo do caracal. É de tamanho médio, apesar de os maiores famosos têm quase um metro de comprimento e roçam os 20 quilos de peso.

Nenhum outro gato tem umas pernas tão longas quanto as suas, em ligação às dimensões do resto de teu corpo. Também chama a atenção o nanico tamanho de sua cabeça. Na américa do Sul, vive o “gato dos pampas”ou “gato pajero”, que deu nome a um paradigma popular de automóvel da marca Mitsubishi. Varia muito de tamanho, com exemplares menores de por volta de 45 centímetros, e outros muito maiores, de até 75 centímetros. Não se conhece amplo coisa a respeito de seus hábitos de caça, embora em alguns lugares são uma verdadeira ameaça para os animais das fazendas.

Também se alimentam de aves e roedores. Fechamos esse curso felino com o gato pescador, que vive principalmente no sul da Ásia. Aparecia estar perto de lagos e rios pra agarrar os peixes dos quais se alimenta. Extraordinários nadadores, podem até já mergulhar-se por longas distâncias pra atingir um agradável bocado. Como a maioria dos gatos, eles são solitários e noturnos, salvo quando têm crias de que tomar conta. É a mascote nacional de Bengala Ocidental.

admin

admin

Deixe um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou da nossa Revista

Mais de 200.000 acessos mensais aqui

Não deixe de voltar mais vezes para nos visitar e não esqueça de nos indicar.

Esperamos sua volta.

Rolar para cima