Um Neuropediatra Recomenda Os Benefícios Das Terapias Com Cães Para Crianças Com TDAH

Ter um cão em casa implica ter uma vida melhor, em tal grau a nível físico como mental. A vida com animais é muito melhor, ajudam a aperfeiçoar como pessoas e, além disso, favorecem a saúde física e mental das pessoas que convivem com eles, em específico naquelas famílias onde há moças com TDAH. Animais de estimação subir os níveis de oxitocina. Esta hormona, mais conhecida como a alegria, está presente em uma infinidade de momentos e é responsável por muito do amor ou do apego, é a vasto personagem, por exemplo, o parto ou a amamentação. Sua contrária seria a adrenalina, logo podes-se dizer que a existência sem esta hormona estaria cheia de agressão.

Na verdade, quase todos os seres vivos são capazes de segregarla, sendo os humanos, por seu caráter marcadamente social, que mais níveis apresentam em momentos de alegria. A oxitocina é o oposto, como por exemplo, a adrenalina, o hormônio do estresse, por natureza, em vista disso, ter um cão, segregar oxitocina e restringir a angústia é tudo em um.

Está demonstrado que conviver com um cão avanço, e muito, a qualidade de vida das pessoas. Existem programas que ajudam idosos com alzheimer ou novas demências, gurias com autismo ou hiperativos. As criancinhas com TDAH, Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade, em característico, tendem a ser relutantes em obedecer, se isolam mais do que o normal e podem chegar a ter uma baixa auto-estima. Vários estudos comprovam que t rabajar com cães de assistência melhoria dos resultados das sessões.

No caso de crianças com hiperatividade ajudá-los a melhorar suas habilidades sociais. No hospital de Torrejón se levaram a cabo inúmeros estudos com animais de companhia. Demonstrou-Se que a maioria dos pacientes com TDAH consegue conter as doses de remédios no momento em que recebem terapia assistida com cães.

  • Chin Dandie Dinmont Terrier, Lakeland Terrier, Petit Basset Grifon Vendeen, Terrier Tibetano
  • Saiamos, pois que, em horas apropriadas quando o sol não é tão abundante.
  • Cura para qualquer doença / H. I. V. / Ebola
  • Recopa escura, Microcerculus philomela
  • Gravação de vídeos promocionais de item
  • quatro Raças de cães menores de cabelo curto
  • três Padrão oficial 3.1 Aparência geral
  • Urina em locais incomuns

Efetivamente, em 2017 lembraram em Madrid, o Serviço de Intervenção Canina, para transportar cães de terapia em hospitais, escolas e residências de idosos, afim de ceder apoio, simpatia e atenção a estas pessoas. Manuel Antonio Fernandes, mais denominado como o Neuropediatra e especialista em TDAH o que corrobora: “há muito tempo se entende a utilidade da terapia com animais pra outras patologias neurológicas infantis. Por outro lado, o exercício de animais como os cães pra fins de suporte a pessoas vem de velho, como por exemplo, os cães-guias de cegos com os que a Onze trabalha”.

A escola de Medicina da Universidade da Califórnia em Irvine (UCI) publicou um estudo que suporta os efeitos positivos da terapia com cães pra cortar os sintomas do TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade). O Estudo dividia os participantes em metade com cão adestrado e metade sem ele.

Os resultados foram mais positivos pra aquelas garotas que contavam com o cão pela terapia. Isso sim, um cão adestrado. Fora destes estudos, o detalhe existente não é muito enorme. Apesar disso, o mero contato com animais como os cães, que contam com uma comunicação não-verbal de alta intensidade, parece ser lisonjeiro pra garotas com transtornos do desenvolvimento, o TDAH. Ter um cão faz com que tenham que ter várias responsabilidades específicas e magníficas pra meninas em geral e para as gurias com TDAH em peculiar.

admin

admin

Deixe um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou da nossa Revista

Mais de 200.000 acessos mensais aqui

Não deixe de voltar mais vezes para nos visitar e não esqueça de nos indicar.

Esperamos sua volta.

Rolar para cima